sexta-feira, 24 de janeiro de 2014

SEGER abre novo Processo Seletivo para Cuidador



-->

A Secretaria de Estado de Gestão e Recursos Humanos (SEGER) publicou no Diário Oficial desta quarta-feira (22) o Edital nº 09/2014. A publicação regulamenta o Processo Seletivo para formação de cadastro de reserva para o cargo de Cuidador em Designação Temporária (DT), referente ao ano letivo de 2014.

As inscrições deverão ser realizadas, exclusivamente via internet, pelo endereço www.seger.es.gov.br, no período das 10 horas do dia 27 de janeiro até às 17 horas do dia 31 de janeiro, observando o fuso-horário de Brasília/DF. Não serão aceitas inscrições feitas via fax ou correspondência

Para participar do processo, o candidato precisa ter certificado de conclusão, histórico ou diploma de curso de nível médio. Os candidatos irão compor cadastro de reserva a ser utilizado de acordo com a necessidade da Secretaria de Estado da Educação (Sedu), conforme o edital

Os selecionados atuarão nas escolas da rede pública estadual e nas instituições filantrópicas conveniadas, com remuneração de R$ 842,40 e jornada de trabalho de 30 horas semanais

A primeira etapa será a prova de títulos, de caráter eliminatório e classificatório. Na prova de títulos, o candidato é totalmente responsável pela fidelidade e legitimidade das informações prestadas e dos documentos apresentados nas fases seguintes do processo seletivo. Qualquer irregularidade, falsidade ou mentira implicará na imediata desclassificação do candidato.

A listagem de classificação dos candidatos selecionados será publicada no Diário Oficial e nos sites da Seger e da Sedu. Na segunda fase do processo, os candidatos serão convocados para, obrigatoriamente, apresentar toda a documentação declarada na prova de títulos.


São requisitos para a inscrição:

- Ser brasileiro nato ou naturalizado;
- Ter, na data da assinatura do contrato, no mínimo, 18 anos completos;
- Possuir a escolaridade mínima exigida, isto é, o ensino médio completo;
- Estar em dia com as obrigações eleitorais e, para homens, com as obrigações militares;
- Ter aptidão física e mental para o exercício das atribuições do cargo, comprovadas conforme descrito nos incisos XII do item 8.6;
- Não ter sido demitido do serviço público federal, estadual ou municipal, com impedimento de exercer a função solicitada.

Fonte: Governo do Estado

;